sexta-feira, 6 de abril de 2012

Cidade Vazia - Elizeth Cardoso (1964)

Há um momento na vida
Em que é preciso lutar
É quando um sonho da gente
Resolve um dia acordar

Não adianta sorrir
Nem vale a pena cantar
Se é verdade que o amor
Um dia vai se acabar

E quem disser que o amor
É uma pobre canção
Já não merece perdão
Por essa pobre ilusão

E chora o vento da tarde
E chora a água do cais
Nessa cidade vazia
Onde ninguém mora mais

Até o céu adormeceu
Nem mesmo o sol hoje nasceu
E toda cor se transformou
Numa tristeza de viver

Por isso o jeito é lutar
Para de novo voltar
O amor que a vida perdeu
Na flor que se desprendeu

E é tanta gente na Terra
Que vamos ter de mostrar
Que o amor é dia sereno
É o horizonte do mar

E quem quiser entender
E se puder ajudar
Nosso desejo é fazer
Todo o Universo se amar

Até o céu adormeceu
Nem mesmo o sol hoje nasceu
E toda cor se transformou
Numa tristeza de viver

Por isso o jeito é lutar
Para de novo voltar
O amor que a vida perdeu
Na flor que se desprendeu

E é tanta gente na Terra
Que vamos ter de mostrar
Que o amor é dia sereno
É o horizonte do mar

E quem quiser entender
E se puder ajudar
Nosso desejo é fazer
Todo o Universo se amar

Todo o Universo se amar...

Baden Powell / Lula Freire





Um comentário:

  1. Olá,
    Ótima música!
    Abraços,
    Lu Oliveira
    www.luoliveiraoficial.com.br

    ResponderExcluir